VII Encontro de implantação do CAR acontecerá de forma virtual

0
0
Em teleconferência, na manhã desta sexta-feira, 14, a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), e o Serviço Florestal Brasileiro (SFB) ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), reuniram se para falar sobre o formato do VII Encontro de Implantação do Cadastro Ambiental Rural, previsto para ocorrer entre os dias 17 a 20 de agosto de 2020, de forma virtual.

Na reunião, o SFB apresentou aos participantes o sistema de funcionamento do CAR, visando nivelar as informações, em todas as regiões do Brasil.  “O CAR possibilita um  raio x contendo as informações gerais da propriedade, como área, reserva legal, aspectos físicos e ambientais, com esses dados será possível um planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais”, disse o engenheiro Florestal da Seagro, Fernando Dorta que participará do Encontro, na próxima semana.

Encontro

O VII Encontro de Implantação do CAR tem como objetivo promover o fortalecimento das ações de cooperação técnica entre a União, os Estados e o Distrito Federal na construção coletiva e negociada das atividades necessárias para implantação do Cadastro e para a integração dos dados de inscrição, análise e regularização ambiental entre bancos de dados estaduais e o Sistema de Cadastro Ambiental Rural (SIG-CAR).

CAR

O CAR é um registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, com a finalidade de integrar informações ambientais das propriedades e posses rurais, compondo base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico.

É um documento que possui finalidade estratégica para o produtor rural. O fortalecimento e a intensificação das ações produtivas e ambientais, através da integração de dados da propriedade, permitem desenvolvimento agropecuário de forma sustentável.

No Tocantins o Projeto CAR é financiado pelo Fundo Amazônia, com recursos de doação internacional e administrado pelo BNDES, e está quase finalizando seu processo de inscrição com mais de 98,27% de área cadastrada (dados de dezembro de 2019).

No Tocantins o sistema é gerenciado pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), pelo Instituto de Desenvolvimento Natureza no Tocantins (Naturatins) e parceiros.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA