Entrega de policlínica com nome da primeira vítima da Covid-19 do TO gera aglomeração em Palmas

0
3

Após anos de espera a policlínica da Arno 31, antiga 303 Norte, foi entregue para a comunidade nesta sexta-feira (14). A obra chegou a ficar abandonada por algum tempo e também foi alvo de reclamações por causa dos atrasos e da insegurança. A unidade foi renomeada para homenagear a primeira vítima da Covid-19 no estado, só que a própria inauguração causou uma aglomeração de pessoas, descumprindo as recomendações de prevenção à doença.

A nova estrutura foi entregue pela prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), e pela secretária municipal de saúde, Valéria Paranaguá.

Imagens feitas no local mostram dezenas de pessoas amontoadas na frente da unidade. Embora a maioria das pessoas apareça com máscaras, a aglomeração desobedece as recomendações dos especialistas e um decreto do município que proíbe eventos com aglomeração.

A TV Anhanguera questionou a prefeitura sobre o registro, mas não houve resposta até a publicação desta reportagem. Na semana passada o município, inclusive, multou uma farmácia na região sul de Palmas que causou aglomeração durante inauguração.

Inauguração de centro de saúde em Palmas não segue o isolamento e registra aglomeraçã

Estrutura da nova unidade

A policlínica da Arno 31 foi renomeada e agora vai se chamar Centro de Atenção Especializada Francisca Romana Chaves. O nome é para homenagear a servidora municipal de 47 anos que foi a primeira vítima da Covid-19 no Tocantins.

A Prefeitura de Palmas informou que foram investidos R$ 1.755.098,06 no local. Segundo o município, o prédio recebeu obras de reforma e ampliação e irá estruturar o atendimento de saúde especializado para as regiões central e norte de Palmas.

Com área total de 1.298,00 m2, a nova estrutura da Policlínica da Arno 31 conta com quatro consultórios ginecológicos, nove médicos, sala para pequenos procedimentos, sala para coleta de material para exames, de eletrocardiograma, de exames de Raio-X, farmácia, espaço para realização de atividades de fisioterapia com oito boxes e duas salas de atendimento.

O prédio também tem espaço com piscina para realização de atividades de hidroterapia, sala de administração, copa, almoxarifado, depósito de material de limpeza, área de serviço, central de material esterilizado simplificada, sala de vacinas, sala para acolhimento, além de salas amplas para recepção e espera.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA