Elaboração do Plano de Desenvolvimento da Região de Pedro Afonso é discutida entre prefeitos, senadora Kátia Abreu, Sebrae e UFT

Views: 82

A convite da senadora Kátia Abreu, prefeitos e secretários municipais da regional de Pedro Afonso se reuniram nesta sexta-feira, 03, no auditório da prefeitura desse Município para discutirem potencialidades e fragilidades da região, com o objetivo de iniciar o processo de construção participativa do Plano de Desenvolvimento Regional. Construção da ferramenta de gestão conta com a partição do Sebrae-TO e da Universidade Federal do Tocantins.

A regional de Pedro Afonso engloba os municípios de Barra do Ouro, Bom Jesus do Tocantins, Campos Lindos, Centenário, Goiatins, Itacajá, Lizarda, Pedro Afonso, Recursolândia, Rio Sono, Santa Maria e Tupirama, e dentre seus principais problemas está a infraestrutura rodoviária, que carece de implementações e melhorias. Representantes de outros municípios também participaram.

O prefeito de Pedro Afonso e presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM) recepcionou os presentes e enalteceu a ação da senadora Kátia Abreu em promover evento, que segundo ele, dá vazão as demandas da região. “É uma oportunidade para discutirmos os problemas da região, pois as preocupações afligem todos nós”, disse Mariano.

Rodovias

O presidente da ATM destacou a importância da finalização da construção da BR 235, que liga os estados de Sergipe e Pará, ao passar pela regional de Pedro Afonso. “Fundamental para o escoamento da produção agrícola dessa região, a maior exportadora de grãos do estado do Tocantins”, disse Mariano, que lembrou ainda da conclusão da TO 010, que liga a região de Pedro Afonso à Palmas.

Aplicação de emendas

A senadora Kátia Abreu revelou que elaboração dos planos está ligada com uma aplicação pontual de suas emendas nas regiões consideradas mais pobres do estado do Tocantins, quando se observa indicadores como o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

“Cada parlamentar terá cerca de R$ 40 milhões em emendas a serem aplicadas a partir de 2020. Tenho mais quatro anos de mandato e queremos aplicar pontualmente nas regiões mais pobres, e quem está precisando de nós (parlamentares) são os Municípios”, disse a senadora, ao lembrar que a partir de 2020, as emendas poderão ser direcionada diretamente às prefeituras, em intermediação de instituição financeira.

Regiões

A senadora Kátia Abreu definiu que aplicará suas emendas nas regiões mais pobres segundo estudos com bases no IDH e IDEB. São elas: Bico do Papagaio, regional de Pedro Afonso, região do Jalapão e do Sudeste tocantinense.

Subsidiar

Os planos servirão para subsidiar a aplicação das emendas parlamentares em áreas estratégicas. À exemplo, na regional de Pedro Afonso, as emendas da senadora deverão ser direcionados para o desenvolvimento econômico por meio da área da produção agrícola, enquanto que na região do Jalapão será por meio da atividade turística.

Por fim, representantes do Sebrae explanaram sobre a elaboração dos Planos de Desenvolvimento Regional, enquanto os representantes da UFT abordaram sobre os eixos estratégicos a serem pontuados nos planos. As duas instituições são parceiras na elaboração das ferramentas de gestão.

Presenças

Estiveram presentes prefeitos e representantes municipais de Bom Jesus do Tocantins, Campos Lindos, Centenário, Goiatins, Itacajá, Juarina, Lizarda, Pedro Afonso, Recursolândia, Rio Sono, Santa Maria e Tupirama.

Comments: 0

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

0

Your Cart