Bico do Papagaio e seus atrativos

Views: 82
Situada no extremo norte do Estado, a região do Bico do Papagaio é uma área de transição entre a fauna e a flora do cerrado e da amazônia. A região pertencia ao Estado de Goiás e passou um longo período de isolamento regional, o que serviu como argumento para a emancipação política do Estado do Tocantins.

Com a criação do Tocantins em 1989, muitos municípios foram desmembrados dando origem a vários outros, a exemplo do município de Axixá do Tocantins, desmembrado de Itaguatins. A região onde se localizam os municípios de Axixá do Tocantins, Buriti do Tocantins, Esperantina e São Miguel do Tocantins, é conhecida atualmente como polo pioneiro do Bico do Papagaio. A região conta com uma cultura popular riquíssima, com festejos tradicionais, e tem entre seus habitantes um povo muito forte, além de estar totalmente ligada à história do Estado.

A região do Bico do Papagaio está localizada entre os rios Araguaia, a Oeste, e Tocantins, a Leste;  fazendo fronteira entre o Estado do Pará, a Oeste, e Maranhão, a Leste. Seu território é composto por 25 municípios: Aguiarnópolis, Ananás, Angico, Araguatins, Augustinópolis, Axixá do Tocantins, Buriti do Tocantins, Cachoeirinha, Carrasco Bonito, Darcinópolis, Esperantina, Itaguatins, Luzinópolis, Maurilândia do Tocantins, Nazaré, Palmeiras do Tocantins, Praia Norte, Riachinho, Sampaio, Santa Terezinha do Tocantins, São Bento do Tocantins, São Miguel do Tocantins, São Sebastião do Tocantins, Sítio Novo do Tocantins e Tocantinópolis.

 

Praia do Pontal 2013 - Araguatins - Foto Emerson Silva (4).JPG

Araguatins

Unindo aspectos dos biomas cerrado e Amazônia na vegetação, o município de Araguatins encanta os turistas do Tocantins e de outros estados, como Maranhão e Pará, com as praias de água doce banhadas pelo rio Araguaia. Com uma paisagem única, moradores e turistas se hipnotizam com as águas calmas do rio Araguaia em contraste com o verde da floresta Amazônica.

O nome da cidade é a combinação dos dois grandes rios Tocantins e Araguaia, que se encontram na região do Bico do Papagaio. Umas das características mais marcantes das praias às margens do Araguaia são suas areias finíssimas e brancas. A areia é tão fina que emite um som característico em contato com a pele. No Tocantins o pôr do sol costuma ser muito bonito, mas em Araguatins é um verdadeiro espetáculo. Na região, a natureza é vibrante, composta pela densa vegetação e as águas do Rio Araguaia. O resultado é um belo final de tarde que parece sair de uma pintura artística que encanta o observador.

A cidade tem uma das áreas de praias mais distantes da capital do Estado, mas o turista não se arrependerá ao passear pelas calçadas da Avenida Pedro Ludovico, mais conhecida como Beira Rio, sob a sombra das mangueiras, observando a grandeza do rio. Na cidade, os turistas ainda contam com bares, lanchonetes e restaurantes, além de pousadas e hotéis que ficam lotados em praticamente todos os finais de semana do mês de julho e início de agosto.

Augustinópolis

ocalizado a 512 km de Palmas, na região extremo norte do Estado. Augustinópolis é considerado o portão de entrada do extremo Norte do Tocantins, por ser um importante polo econômico e centro de expressões artísticas populares, além da hospitalidade do seu povo. A cidade costuma sediar grandes eventos políticos, econômicos e culturais, pois oferece boa rede hoteleira, cadeia de bares e restaurantes e opções de lazer. Uma das principias manifestações culturais da cidade é sua festa religiosa, celebrada em junho, em louvor à padroeira, Santa Rita de Cássia, quando a cidade recebe visitantes de toda a região. Nessa época, os turistas contam com uma variada programação que inclui as celebrações religiosas, manifestações folclóricas e shows.

 

Praia do Bacuri Grande 2010 - Esperantina - Foto Thiago Sá (2).JPG

Esperantina

Quando o assunto é belezas naturais o Tocantins ainda tem muitas surpresas para revelar ao Brasil. Uma delas é a cidade de Esperantina, no extremo norte do Estado. É lá onde as águas dos grandes Rios Araguaia e Tocantins se encontram. É também a única cidade tocantinense que tem praias às margens dos dois Rios em seu território. São grandes faixas de areias brancas e finas, totalmente desertas em volta de uma vegetação amazônica, onde é possível sentir a natureza no seu estado bruto.

 

 

21- 07 - 15 - Praia da Santa - Tocantinópolis - Marcelo Prado (186).JPG

Tocantinópolis

Tocantinópolis tem uma história que envolve missionários religiosos e já alcançou sucesso econômico no século XIX, quando integrava a rota que ligava Goiás e o Norte do país. O babaçu foi um dos primeiros produtos explorados.

As belas paisagens, terra fértil – repleta da palmeira babaçu –, e a visão panorâmica do Rio Tocantins atraíram os primeiros habitantes para
Tocantinópolis, por volta do ano de 1818. Era na época do transporte fluvial pelo Rio Tocantins, quando a cidade exportava o babaçu, pele de
animais e cereais. O município também abrigou missão jesuíta para catequizar os índios Apinajé, que ainda hoje vivem numa aldeia local.

 

Povo Apinajé - Tocantinópolis

Tocantinópolis-Praia da Santa-Marcelo Prado (27).JPG

Povo Apinajé                                                                                                                      Praia da Santa

Comments: 0

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

0

Your Cart